Circuito de Força (auto cargas) com transferência coordenativa e aplicação a situações ofensivas e defensivas do jogo

Home/Notícias/Circuito de Força (auto cargas) com transferência coordenativa e aplicação a situações ofensivas e defensivas do jogo

Planteamos um novo circuito onde de maneira integral, trabalharemos diferentes aspectos condicionais, técnico-táticos, e psicopedagógicos do nosso jovem futebolista.

Como já dissemos no mês anterior, nos encontramos em um momento da temporada (pré-competitivo), onde nos vemos obrigados a trabalhar uma grande quantidade de conteúdos planteamos ao jovem jogador nas diferentes facetas do jogo, de tal maneira que nós planteamos este circuito como uma alternativa ao trabalho e correção das pequenas microestruturas que se dão no campo (2*1, 1*1+1, 1*2…) ao mesmo tempo em que o derivamos para um trabalho de força adequado a idade dos nossos jogadores, utilizando auto cargas e alguns exercícios coordenativos de transferência.

Dentro da formação do jogador, as últimas etapas no trabalho de base (cadetes, juvenis), são etapas onde por regra geral e exceto casos particulares temos a um jogador em pleno desenvolvimento de todas suas capacidades condicionais, e em concreto, sofre uma grande melhora de seus níveis de força máxima. Desde nosso ponto de vista, e sem dar-lhe especial relevância a este trabalho, acreditamos importante dosificar certas sessões onde por meio do trabalho de Força logremos em nosso jogador um equilíbrio muscular ótimo entre trem superior e trem inferior, uma incidência lesional menor em anos posteriores e um manejo do peso corporal adequado para poder resolver as diferentes situações do jogo.

axax

By |diciembre 19th, 2014|Categories: Notícias|Tags: , , |Comentarios desactivados en Circuito de Força (auto cargas) com transferência coordenativa e aplicação a situações ofensivas e defensivas do jogo